MINHAS RAIZES, MEUS ANTEPASSADOS, CIDADE DE LAMEGO

by 14:19 2 comentários
Lamego é uma cidade pequena que fica no estado de Viseu perto do Rio Douro. Tem uma produção agrícola modesta e se produz vinho do Porto. Também tem um belo Santuário de N.S. dos Remédios que, para chegar até o topo, tem que subir uma escadaria enorme. Cidade pacata! Quer conhecer mais? Clica aqui


Mas que raios eu fui conhecer lá???????
Bem, sempre fui muito curiosa e a historia da minha família sempre me interessou. E “mexer” em passado sempre nos traz surpresas, que podem ser agradáveis ou não.


Sabendo da minha descendência portuguesa, após voltar de Londres em 2001 resolvi ir atrás da minha dupla cidadania portuguesa. Minha avó por parte de pai é filha de português, logo meu bisavô era português!

Não eu nao tenho bigode!


Em 2002 comecei a saga quase que impossível de achar os documentos do Biso. Ele veio duas vezes para o Brasil e, as poucas coisas que minha vó sabia, era que ele fala muito de Lamego.


Fiz busca na net para todas as frequesias (cidade ou vilarejo) procurando a certidão de nascimento do meu bisavô. O único documento que tínhamos, era o Registro Nacional de Estrangeiro – RNE onde constava Lamego, a data de nascimento e só!


Eu já estava sem esperança mas passado 2 anos chega uma carta de Viseu falando que tinham achado o registro do véio! Não acharam antes porque no RNE estava com a data do ano de nascimento errada!! Daí todo o processo durou 4 anos – vou escrever um post sobre como tirar a dupla cidadania.

Igreja da Sé, aonde meu bisavô foi batizado em 1898


E, nesta historias de família a gente descobre que tem primo que não é primo, parente também quer o seu processo etc etc... e uma coisa que a minha avó até hoje não soube explicar...
Meu bisavô era filho único e, quando ele veio para a Brasil a primeira vez, o pai dele morreu em Lamego. Ele voltou e parece-me que o tio dele vendeu tudo e não deixou nada para ele. Resultado.. meu bisavo, corre a lenda, que ele matou o tio e se mandou pro Brasil RSS...

Historias e estórias á parte, eu fui lá para realizar o sonho da minha vovozinha querida que amo tanto! Também de todas as minhas tias e do meu pai. Saber da onde você veio, qual é a sua origem, o que fez parte dos seus antepassados é demais. E realizar um sonho pois, graças a ao meu bisavô, posso viajar o mundo sem fronteiras nenhuma! E para quem dá valor á história e tem uma família unida e bonita como a minha, é o mínimo que eu poderia fazer!

Tem Macedo também lá!


E o melhor! Tenho parente por lá pois achei o tumulo com o sobrenome e, estava bem cuidado. Deixei um recado com o coveiro e no tumulo e, quem sabe reencontro m outro lado da família Borges.



Sei que é estranho, mas eu adoro coisas estranhas, principalmente cemitério!


E assim termina a minha saga!
Descobrindo-se cada dia mais!
E o mais importante?
É ser você e ser feliz em qualquer lugar que esteja !




Bjks

Deborah Macedo

A Bailarina Viajante

Apaixonada por viagens e bailarina de dança do ventre. Ama artes corporais e sempre inquieta! Já passou pelo pole dance e atualmente é apaixonada pelo Tecido Aéreo. Detesta peixe e ama culturas exoticas, experiencia desafiadoras e pimenta

2 comentários:

  1. Minha sobrinha viajandona! Para mim era muito importante que esta história chegasse um pouco antes, com minha mãe (sua vó) em melhores condições de saúde p/ curtir isso tudo. Mas... tudo tem seu tempo certo!?!?!
    Fiquei emocionada ao ler este post!

    ResponderExcluir
  2. Lamego, é muito bonito, é a minha cidade.....

    ResponderExcluir