TEM PESSOAS QUE FICAM NA HISTORIA DA "HISTORIA" DA GENTE

by 13:38 0 comentários
Bem, sei que muita gente só vê as fotos mas desta vez vou escrever! Ou ao menos tentar pois muitas vezes as palavras são poucas para falar o que sinto.

As vezes, é preciso ir longe a fim de compreender o que está tão perto de nós!
Há quem viva lamentando “porque?” ... Porque Deus permite isso.. porque a vida é injusta, porque nós andamos em “long way”. Porque as melhores pessoas são levadas a experimentar
o abismo..

Há quem se revolte com Deus e o Mundo e questione tudo. Há aquele que desiste de viver e se fecha no seu “casulo” com suas lágrimas, lamentações e ranzice. Gente que foca nos parágrafos mais cinzentos de sua própria vida e, não é capaz de acender uma vela para si mesmo. Gente que não muda o pensamento, não vê o novo, e busca sempre o errado... e só se fode.

Talvez eu teria as mesmas atitudes citadas anteriormente.... mas algum poeta disse que “a vida é uma pedra de amolar: desgasta-nos ou afia-nos conforme o material”. Prefiro afiar...
Pode ser que me achem louca, por ver felicidade ou oportunidade em tudo! Dizem que estou “anestesiada” e que ainda não experimentei a “realidade”. Não caiu a ficha.

Na verdade não quero nem saber! Sou uma metamorfose ambulante (salve Raul) Não sei da onde tiro força ou sorriso, mas a cada dia e a cada “tombo” , talvez seja preciso desabar o mundo, sair da zona de conforto: VIAJAR ou PIRAR para aprender a viver. Assim com cair para aprender a andar. Hoje posso dizer que aprendi muita coisa em um ano e meio, do que muita gente que aprende a vida inteira. Minha cruz, minha estrada com flores e pedras surpreendeu-me muito mais do que eu imaginava. E hoje afirmo: são caminhos tortuosos que nos oferecem os maiores tesouros. Tesouros que chamo de amigos, de sorrisos, de lágrimas, de historias e situações que aprendi muito.. mesmo!

E isso me surpreendeu pois vivemos numa época que cada um só quer saber do seu umbigo. “Usam” as pessoas e amam as coisas.Como se cada um vivesse isolado ...Mas anjos apareceram pelo meu caminho. Pessoas que eu nunca vi me ajudaram, pessoas que estão sempre perto, pessoas que torceram de longe, que leram ou viram meu blog e se divertiram, pessoas que vão morar no meu coração pra sempre . Gente que me surpreendeu pela disposição, com palavras, afeto e esperança, pessoas que foram VERDADEIRAMENTE AMÁVEIS. E são para estas pessoas que falo agora.

Apesar de todos os problemas que a viagem me causou (quando digo viagem.. digo minha “viagem de um ano e meio..) apesar de tudo aquilo que meus olhos viram, descobri que tem muita gente boa neste mundo. Gente que dá “corpo” a conceitos de solidariedade, amizade, amor, entrega e união. Gente que fica na historia da "história da gente” sem as quais não teria o mesmo valor , seria sem graça a minha vida. E apesar de não escrever bem e, as palavras se tornarem “pequenas” para expressar sentimento de gratidão, gostaria de agradecer de coração a todos (eles sabem quem são!! Hei psiu é pra vc!! rs..) que me ajudou tantanto!

E se a viagem respondeu as todas as perguntas que eu tanto procurava? Hummm não não sei, e prefiro não ter uma resposta concreta. Só sei que como eu digo sempre: É ser você e ser feliz em qualquer lugar que esteja !
E assim termina mais um ciclo... ou seria um circulo, sem inicio, sem fim desta minha viagem
Obrigado a Deus por ser tão abençoada! Obrigada a todos de coração!
bjokas

Deborah Macedo

A Bailarina Viajante

Apaixonada por viagens e bailarina de dança do ventre. Ama artes corporais e sempre inquieta! Já passou pelo pole dance e atualmente é apaixonada pelo Tecido Aéreo. Detesta peixe e ama culturas exoticas, experiencia desafiadoras e pimenta

0 comentários:

Postar um comentário